segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Primeira trilha do ano

O que fazer em um dia de domingo, no final das férias, no interior paraibano? Bem, no final do ano passado conheci o ambientalista Aramy Fabrício, que desenvolve vários projetos na área de preservação ambiental na comunidade de Fagundes [separada de Campina Grande por 24 Km].
Entre tantas atribuições Aramy atua como guia de Eco-Turismo, dando todo o apoio logístico aos trilheiros que, por ventura, se aventurarem a desbravar as subidas e descidas fagundenses.
Graças a empresa de ônibus, só pudemos desembarcar em Fagundes às 09:00 da manhã, logo encontramos nosso guia e iniciamos o passeio propriamente dito caminhando em direção ao Caverna Bar, um bar construído sob a pedra.
De lá subimos até a famosa Pedra de Santo Antônio, passando por paisagens belíssimas a exemplo da Barragem que abastece parte da cidade. Após isso, fomos até uma bica que, segundo o guia, traz água da serra os 365 dias do ano [isso quando o ano não é bissexto], só nos demos conta de que havíamos caminhado oito quilômetros quando o guia nos deu esta informação, visto que a paisagem e a assessoria que nos foi dada por Aramy abrandaram a distancia.
Após isso, estudaremos a possibilidade de voltar por lá mais uma vez. Na certeza de uma trilha irada.

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Histórias subversivas

Sempre fiz questão de manter um padrão no meu blog, evitando postar palavras de baixo calão, porém acordei meio que transgressor hoje e, em uma conversa com minha namorada e uma amiga, lembrei de duas histórias as quais sempre quis postar, ai vão as mesmas:

História 1

Em um culto de uma determinada igreja em uma determinada praça o mestre de cerimônia ao chamar um bêbado à frente para 'aceitar Jesus' disse:
- Nós vamos orar por você, peça a Deus o que você quiser que Ele vai lhe dar – Nisso ergueu o microfone para o bêbado que sem cerimônia alguma realizou seu pedido.
- Uma 'nêga' bem gostosa pr’eu comer!

História 2

Uma professora, conhecida minha, se vê diante de um problema. Resolver uma briga entre dois alunos e pergunta:
- Porque você bateu no seu colega, Fulano?
Ao que Fulano respondeu:
- Esse... Só por que eu peguei na bunda dele, ele pegou no meu cú!


Peço perdão, afinal este é um blog de família e espero que fique a lição: Não dê a palavra a crianças e bêbados... Ah, as historinhas são verídicas.

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Lula, o filho do Brasil

As férias são curtas, entretanto são tempo suficiente para se assistir todos os filmes do Cine Multiplex. Além disso, nos decidimos por uma matemática interessante: Avatar [nem pensar], Sherlock Holmes [lotado], A princesa e o sapo [ainda não estava em cartaz], ou Lula, O Filho do Brasil [era isso ou voltar para casa]. Bem, não voltamos para casa! O filme revela idiossincrasias da vida do Sr. Luís Inácio, causando uma identificação no espectador, fatos trágicos como a morte de sua primeira esposa e filho (Durante o parto), assim como fatos como a consolidação de sua liderança junto à classe trabalhadora.
Só acho curioso o fato do filme ser lançado no início de 2010, ano da sucessão presidencial, homenagear os grandes homens da nossa nação é uma obrigação, porém sem deixar margem a se imaginar outras cositas deveria ser o amior medo daqueles que fazem nossa cultura cinematográfica.
Em tempo: O BNDES liberou um milhão para a gravação de um filme a respeito do mensalão. Será que ele entrará em cartaz em outubro?
Vai saber!
Recomendo o filme do Lula, dês de que seja assistido como qualquer outro filme, e devo advertir aos desavisados de que ele não morre no final.

Caturité, ai vou eu!

Parece que trabalharei em mais uma operação censitária, com a vantagem de ter acumulado experiência, uma vez que trabalhei em 2007 na mesma região, e de ter a oportunidade de começar do começo, pois em 2007 só entrei após decorridos dois meses de censo. Caminhar por aquelas ruas, rever aquelas pessoas e reviver todas as amizades que conquistei naquele município será uma benção divina.
Obter a média 84, me deu o direito de ocupar o cargo de Agente Censitário Supervisor (ACS), que tem por função orientar e supervisionar o trabalho dos recenseadores.Esta conquista, acima de tudo, me dá forças para continuar lutando em 2010 e acreditando que, nas palavras de Mr. Obama, “sim, nós podemos”!

sábado, 16 de janeiro de 2010

Entre os escombros

Uma vez Chales Xavier [aquele mesmo dos x-men que parece com o Herbert Viana] afirmou que: “É incrível o que é possível construir a partir das cinzas da catástrofe”. Dentre as imagens chocantes da catástrofe no Haiti, vejo pessoas solidárias a exemplo do empresário brasileiro que foi para lá ajudar na remoção dos escombros dizendo que caso salve uma vida já valerá a viajem. Finalmente sinto um pouco de orgulho do país em que vivo. Sim, os soldados que voltarão mortos para o nosso país estavam em missão de paz e não eram odiados pela população. Esses sim podem ser chamados de heróis brasileiros (Diferente de outros exércitos que perdem seus homens em guerras vãs).

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

2010 - O ano

Inicia-se 2010, talvez, para mim o ano de maiores desafios, até então. Preciso, em um ano, tomar decisões que afetarão toda minha vida, e, o pior, ouvindo doutores em tudo dando sugestões absurdas [alguns sem habilitação para tal]. Mas que importa minha vida! É ano de copa do mundo e teremos uma oportunidade sem precedentes de conhecer uma África diferente da que estamos acostumados a ver na televisão. E a África do Sul, por sua vez, terá uma oportunidade impar de “vender o seu peixe” [ainda passo uma semana no continente africano...].

E as eleições Estadual e Federal? Lula transferirá seus mais de 80% de aprovação para o seu sucessor? O PSDB conseguirá uma estratégia para eleger José Serra? Sobre a eleição no meu Estado não ouso nem levantar questões, pois não caberia na postagem. Enfim 2010 parece não ser só um grande ano para mim, mas para toda a nação brasileira. Em todos os casos posso dizer como o sábio Salomão: “Pese, Deus, em balanças fieis a mim e a meus adversários e dê a justa paga a cada um de nós”. Será que todos quantos se digladiarão em 2010 podem dizer isso?

domingo, 3 de janeiro de 2010

Bebamos vinho, troquemos abraços e dancemos...

Se inicia mais um ano!