sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Membros superiores

Abraço gelado que alivia
O intenso calor da vã agonia
Corta sem dor
e encerra a Dor sem corte
Braços intrépidos que tanto afligem
Quem sou? – Pergunto – Qual minha origem?
E ecoam as palmas
das mãos da morte!

O contrato

É impossível deixar de registrar com perplexidade os fatos acontecidos no Rio de Janeiro, fora a tristeza pelo sofrimento do cidadão de bem carioca; dentre eles, alguns poucos conhecidos meus; observamos a imagem da sede dos Jogos de 2016 e da Copa de 2014 ser afetada no exterior. Afinal quem quer viajar para um território em guerra civil? Este é um ponto!
Por outro lado é interessante pensarmos como Thomas Hobbes, sobre determinado aspecto. No Leviatã, Hobbes postula que em um regime onde todos tem direito à tudo, ninguém tem direito a nada, uma vez que, não existindo limites, ninguém respeitaria o direito de ninguém (tentando fazer o próprio prevalecer), fato este chamado na doutrina hobbesiana de guerra generalizada. Para evitar este problema, os homens devem abrir mão de parte dos seus direitos e entrega-los a uma pessoa, como ninguém abriria mão em benefício de outrem criam o Leviatã, um homem artificial, o Estado!
Cada cidadão entrega parte de seus poderes ao grande Leviatã, esperando que este faça com que os outros cidadãos respeitem seus direitos, se utilizando, inclusive, da força em nome de um bem maior.
Ver a espada do grande Leviatã perseguindo elementos subversivos é um alívio para aqueles que respeitam suas determinações. Espero, entretanto, que o nosso homem artificial continue sua caça e chegue as pessoas que se beneficiam do tráfico e que não moram em morros. Por hora, espada neles gigante!

terça-feira, 23 de novembro de 2010

XV Semana de Letras

Começa hoje a famosa Semana de Letras da UEPB em Campina Grande. Para alguns apenas uma semana sem aula, para outros o evento de suas vidas, para umas 20 pessoas, só mais um evento local. O fato é que durante uma semana será travado um intenso debate sobre o ensino de língua portuguesa, inglesa e espanhola no Brasil. Como sempre, não criaram um GT só para André Macedo, então enviei um trabalho na área de ensino o qual será apresentado na próxima quarta-feira. Desejo sucesso à organização do evento e espero histórias engraçadas para postar no blog!

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Fé em Deus e livros nas mãos

Bem,


Parece que o TCC está pronto. A agonia acabou? Lógico que não! Apresentar o resultado de quatro anos de pesquisa a comunidade acadêmica é algo sério. De certa forma a apresentação é uma prestação de contas, como se você estivesse dizendo à instituição: “Olha, tudo que você me deu foi isso...”.
Terei em minha banca examinadora um cidadão que domina profundamente a teoria que adotei, ou seja, ou saio coberto de glória ou saio coberto de esterco (dramático?). Dramas à parte é muito gostosa a sensação de está encerrando um nível, de está vencendo uma etapa. Adoraria seguir carreira e, estou me preparando para isso há pelo menos três anos. Assim enfrentarei com serenidade todas as etapas da seleção do mestrado, fazendo de mote a frase do sábio Salomão em seu livro de provérbios: “O cavalo se prepara para o dia da batalha, mas a vitória vem de Deus”.

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Fim de semestre

Lutando para terminar a graduação, me deparo com alguns dramas que não ouso postar por aqui para não passar por dramático. Devo confessar que este semestre está sendo desgastante demais, mas, como tenho sangue de cavaleiro cruzado, vou à luta até as últimas consequências. Fora este impasse, preparamos o projeto do mestrado, em uma mistura excêntrica de semiótica, música, psicanálise e filosofia [louco é a senhora sua mãe]... Diversão? Bem, ultimamente não sei o que é isso, mas caso passe na seleção de mestrado (e consiga me formar) precisarei (re)criar uma rotina de atividades físicas e recreação [afinal, sou ou não psicobiosocial?].
Por hora tudo são conjecturas e projeções, então, interrompo esta postagem pelo meio e vou à atividade da professora malvada.