sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Twitter

O que posso dizer? Desisti de me tornar Deus [ainda alimento a esperança de me tornar um semideus] e tenho levado uma vida muito interessante me deixando levar por algumas modas. A mais recente foi minha entrada na rede social Twitter. Não posso dizer que é a melhor coisa deste mundo [afinal é complicado competir com a Coca-Cola, o sistema de navegação GPS e com a Lady Gaga], mas a mobilidade, o exercício mental que os poucos caracteres nos obrigam a fazer a cada postagem e o contato com certas personalidades da imprensa, política, do meio artístico e amigos fazem a rede valer a pena. Além, é claro, de estar inserido em mais uma ferramenta de comunicação. Espero, como disse Thiago Leão, aprender a utilizar esta ferramenta [ele utilizou outro termo] para fins pacíficos.

Espiem