quinta-feira, 21 de maio de 2009

Enfim SUS

Após todo este carnaval (SUS), recebi uma ligação do serviço municipal de saúde avisando dá marcação de minha consulta com o especialista quase um mês depois – um de Junho (presente de aniversário de namoro). Caso se tratasse de algo grave (quem vai dizer que não é?) eu já havia morrido. Continua minha odisséia no SUS e há quem avise que os exames demandam mais burocracia do que me custaram as consultas, ou seja, em dois ou três anos terei meus diagnósticos ou meu atestado de óbito (vai saber).

terça-feira, 12 de maio de 2009

SUSpiro de alívio - SUS V

Hoje vi a luz no final do túnel: 10:00 horas estava eu em mais uma espera pela ficha de encaminhamento, às 13:00 anotaram meu nome e pude almoçar, antes de voltar para ser atendido às 16:40, sendo que o atendimento deu-se às 18:00. Pessoas engraçadas estavam na fila entre elas um senhor que me solucionou um mistério de onze anos, aos 14 anos de idade, voltando do futebol dei por falta de uma meia, este indivíduo comeu! O odor que ele exalava pelos lábios era semelhante a uma meia pós educação física. Após me ouvir, desta vez atenciosamente, a clínica geral, fez o que eu faria se trabalhasse no posto, me enviou para o especialista. Ou seja, amanhã, exatamente oito dias depois de minha primeira ida a Secretaria de Saúde estarei habilitado a fazer o que venho tentando dês de quarta-feira, falam em marcação de exames em coisa de meses. Espero dar sorte, por hora SUSpiro aliviado.
Ah, farei a denuncia, embora vã, antes da primeira pessoa marcar sua consulta já haviam dois nomes na lista, a funcionária disse que quem quisesse reclamar, procurasse a direção. Pátria que me pariu!

segunda-feira, 11 de maio de 2009

Meio aSUStado: SUS IV

Segunda-feira, primeiro dia útil da semana, dia de – dentre outras coisas – reiniciar minha cruzada pela saúde [o que numa manhã chuvosa é algo terrível], antes, porém, tive que ir ao Diretório Central dos Estudantes, visto que minha carteira [pedida na primeira remessa] ainda não chegou, meus dados foram reenviados e creio que em oito dias estarei habilitado a pagar meia passagem [e meia-entrada no cinema], de lá fui ao posto de saúde do centro da cidade [onde creio que já sou conhecido] e lá [às 10:00 hs] recebi da simpática moça a notícia de que a culpa da morosidade dos serviços do SUS é minha. Explico: Segundo ela os dias em que atendimento se dá ao meio-dia são Terças e Quartas-feiras, o que de imediato me remete as alternativas: 1 – A informação de quinta-feira foi me passada errada; 2 – Eu sou imbecil e não entendi a correta informação dos atenciosos funcionários do SUS [como sei que todos os leitores desta porcaria hão de atribuir a mim o erro, então o SUS é quem está certo e eu errado]Certamente a culpa das pessoas que morrerem na fila do hospital, da gripe suína, da feira da prata ainda não está pronta e das ruas de Campina Grande estarem esburacadas também recairá sobre mim... Não sei se volto amanhã ou se me submeto a humilhação de pedir dinheiro para uma consulta particular... Quem viver verá!

sábado, 9 de maio de 2009

SUS-penso = SUS III

Nos últimos dias tenho imaginado que o povo brasileiro passa por certa mutação, o Sistema Único de Saúde não tem atendido as pessoas para que estas desenvolvam anticorpos e, assim, estejam imunes a certas doenças. Técnica louvável do governo que se preocupa com aqueles que mais precisam.
O governo acredita que, inclusive, com o tempo, pernas e braços quebrados se regenerem sozinhos e então, crie-se uma geração de militares perfeita, aliás o governo tem se preocupado mesmo com a questão militar, pois faltam cadeiras nas salas de aula para que as pessoas se habituem a assistir aula de pé, falta comida, pois numa guerra a comida é escassa...
Quanto a mim, mantenho suspensa minha odisséia pela conjunção com minha saúde, ao menos até segunda.

quinta-feira, 7 de maio de 2009

Só JeSUS = SUS II

Atendendo o conselho da simpática funcionária que me instruira no dia anterior a ir ao meio dia de hoje, almocei às dez da manhã e fui para o posto de saúde às onze, lá chegando fui informado por outra funcionária simpática de que o atendimento de meio dia só existe nas segundas e quartas-feiras, nas terças e quintas a marcação de consultas se dá no período matutino e na sexta não há a marcação de consultas, deve ser a folga dos médicos, ou seja, [cerveja] só na segunda-feira.
Não sei se vou segunda ou se apelo para outros métodos [lícitos], enfim... Torno a postar qualquer novidade.

quarta-feira, 6 de maio de 2009

SOS = SUS I

Como todos os seres humanos preciso ir ao médico [as vezes nem acredito que sou deveras humano], a consulta em um consultório particular é, com, certeza, mais eficaz, o atendimento é melhor dentre outras coisas. O valor da consulta valeria a pena se não houvessem os exames [as vezes desnecessários do ponto de vista do senso comum], o que fez com que eu recorresse ao plano de saúde com o maior número de associados chamado: Sistema Único de Saúde.
Como sou alfabetizado conheço ao menos as especialidades básicas, jamais levaria meu filho de seis anos a um geriatra [antes que me perguntem, não tenho filhos], por exemplo, muito menos procuraria um urologista para resolver um problema de cárie.
Chegando aos representantes do SUS, disseram que para eu consultar meu especialista teria que, antes, ir a um clínico geral para ser encaminhando. Não pude marcar neste mesmo lugar com o clínico geral, por conta de.. sei lá, por que quem inventou o sistema queria que não fosse lá.
Fui, cheio de esperanças, ao lugar onde encontraria o clínico geral, uma moça muito simpática me disse que retornasse a partir do meio dia, cheguei ás 12:30, não havia mais vagas para hoje, ou seja só amanhã!
Acredito que quem criou o sistema quer que eu desista, e se eu não pagasse impostos desistiria, mas... depois posto novidades.